Gestão de TI: Fazer internamente ou terceirizar?

imagemblog-post05

Gerenciar os servidores de uma empresa requer conhecimentos, experiência e disponibilidade de tempo. A decisão de contratar uma empresa terceirizada ou uma equipe própria depende principalmente do tamanho e core business da empresa, além do orçamento disponível para investir na TI.

As empresas possuem necessidades específicas e definir o tipo de equipe de TI é essencial, visto que o mercado está em constante evolução tecnológica.

Mas como saber se devo internalizar uma equipe de TI ou se a melhor solução é contratar uma empresa terceirizada para fazer essa gestão?

Para responder essa questão é necessário acima de tudo analisar o tamanho e o core business da empresa, analisar o quão crítica é a missão da tecnologia para o negócio e o quanto a TI é vista como uma área de inteligência dentro da empresa. A partir disso é possível definir qual será a melhor decisão a ser tomada quanto a equipe contratada.

Empresas onde a tecnologia tem missão menos crítica

Existem diversas empresas com foco em segmentos que precisam de tecnologia, porém esta não é seu core business, como por exemplo empresas de transportes, do ramo alimentício, hospitais, colégios, mobiliários, advocacia, etc.

Em muitos casos a demanda de TI costuma ser reduzida e as principais atividades prestadas pela TI se resume a prestar suporte aos usuários, administrar o ambiente da empresa, resolver problemas de servidor e fazer backup de dados importantes. Para esse caso, a terceirização é vista como uma melhor solução, pois as atividades podem ser administradas com qualidade, evita problemas com relação à ausência de funcionários e por um custo operacional mais baixo ao comparar com a opção de ter uma equipe própria.

Porém existem casos onde os serviços de TI são mesclados, a empresa tem uma necessidade de ter uma equipe interna para as rotinas do dia-a-dia e terceirizam a TI para demandas mais complexas ou vice-versa, depende do tipo de demanda que a empresa possui.

Empresas onde a tecnologia tem missão mais crítica

Também existem as empresas que mesmo sem ser do segmento tecnológico, a TI é essencial para a inteligência e funcionamento da empresa, tais como empresas de comércio eletrônico e bancos. Nesses casos a demanda de serviços é muito alta, a empresa possui ambientes de rede mais complexos, processamento e armazenamento de grande quantidade de dados, por isso a melhor opção é possuir uma equipe interna, já que é necessário lidar constantemente com demandas essenciais para o bom desempenho da empresa.

Na maioria dos casos, nós da Sinestec recomendamos um formato de trabalho híbrido, onde a empresa internaliza a parte de inteligência de TI – e isso pode ser feito, seja com uma equipe dedicada ou até mesmo ficar sob responsabilidade de um dos sócios, ou de um diretor geral da empresa – e selecionar os recursos que são terceirizáveis, como help desk, hospedagem de aplicações, projetos e afins.

Ainda está com dúvidas se deve terceirizar ou montar uma equipe própria na sua empresa? Falaremos mais sobre o assunto em nosso blog. Desde já, fique a vontade para entrar em contato conosco e tirar suas dúvidas com um especialista.

Compartilhe nas redes sociais:

4 requisitos de segurança física que um datacenter deve atender

seguranca-datacenter

Não é novidade que o datacenter é o local mais adequado para armazenamento e processamento de dados corporativos de maneira segura. Porém, ainda é desafiador para muitas empresas manter este ambiente totalmente seguro. Para que isso aconteça, é crucial que pontos falhos como confiabilidade de informações e erros de redundância sejam eliminados.

Leia mais

Compartilhe nas redes sociais:

Os benefícios de ter um SLM

benefícios de slm e sla

Em um mercado tão exigente e dinâmico, é necessário contar com um excelente suporte de TI e para atender essas demandas de forma estratégica, muitas empresas optam por terceirizar essa área.

Por sua vez o mercado de TI atualmente é maduro e apresenta diversas empresas consolidadas, com isso é essencial que apresentem regulamentos como a ABNT NBR ISO/IEC 20000 que é uma norma de sistema de gestão de serviços.

O que é SLA?

Essa norma que exige o SLA – Service Level Agreement – em qualquer serviço prestado pela área de TI, assim como também deixa claro que são necessárias revisões periódicas neste documento, o que garante dessa forma que haverá atualização contínua para que as necessidades da empresa sejam constantemente atendidas.

O SLA consiste num contrato entre as duas partes, a empresa contratante e a empresa contratada para prestar o serviço. Através desse contrato são especificados detalhadamente todos os aspectos do nível de serviço que será prestado, bem como prazos a cumprir, responsáveis envolvidos, ferramentas utilizadas, qualidade e preço.

Ele deve ser controlado a partir de métodos específicos que garantem à empresa contratante reconhecer a qualidade dos resultados obtidos bem como também aplicar multas, caso o acordo seja descumprido. Por outro lado a empresa prestadora de serviços se protege também contra abusos e cobranças indevidas de resultados que não estavam previstos no SLA.

Diferença do SLA para SLM

É importante deixar claro que o SLA deve ser gerenciado para que ele seja devidamente cumprido. É aí que, entra em cena o que chamamos de SLM – Service Level Management – ou traduzido para o português, Gerenciamento de Nível de Serviço.

O SLM é responsável por entregar, manter e melhorar com êxito os serviços de TI. Ele é indicado para negociar, concordar e documentar metas adequadas de serviços de TI para melhor benefício da empresa, dessa forma é possível monitorar e gerar relatórios sobre a entrega do serviço acordado.

O objetivo é realizar um acompanhamento diferenciado das solicitações para infraestrutura e ambiente de TI da sua empresa, além das demandas do dia-a-dia, ele acompanha a operação, indicadores de performance consumo de recursos e apresenta os resultados atingidos.

Benefícios do SLM para sua empresa

Com isso o SLM pode trazer diversos benefícios para as empresas que possuem esse serviço contratado, dentre eles podemos citar:

– Monitorar, informar e revisar os SLA, definir e gerenciar com foco no custo e benefício, o que assegura à empresa contratante a entrega dos níveis de serviços acordados no SLA;

– Garantir uma relação estruturada e profissional com fornecedores;

– Facilitar e agilizar negociações e resolução de conflitos;

– Especificar melhor os recursos o que reduz a demanda imprevisível.;

– Permite revisar áreas que apresentem falhas e adequar soluções mais ágeis;

– Melhorar e manter a qualidade dos serviços de TI através de um ciclo contínuo;

– Tornar mais realística as medidas dos níveis de serviços, tornando-a mais alinhada com a experiência do usuário.

A definição de SLM não só gera uma série de vantagens a favor do cliente como também impacta de forma positiva no desempenho da empresa.

Nós da Sinestec temos também uma novidade, estamos implantando uma área de SLM, o que nos qualifica como uma das empresas brasileiras pioneiras a implantar o conceito e isso demonstra a nossa preocupação com a qualidade dos serviços que são prestados aos nossos clientes e que queremos realmente honrar com aquilo que é contratado, deixando o cliente focado em seu core business e despreocupado em ter que monitorar o trabalho de TI.

Ainda tem dúvidas sobre os benefícios que um SLM pode trazer à sua empresa? Entre em contato com a Sinestec, nós iremos esclarecer as suas dúvidas.

Compartilhe nas redes sociais:

Vantagens que a terceirização de TI pode trazer para sua empresa em 2017


vantagens terceirizar TI 2017

Embora 2016 tenha sido um ano desafiador para a maioria das empresas, foi possível notar uma melhora de cenário nesse segundo trimestre, se comparado ao primeiro. Diversos setores apresentaram crescimentos e muitos especialistas estão otimistas com uma retomada econômica a partir de 2017.

Diante de um cenário como o atual, é necessário que as empresas pensem um pouco mais à frente, em como elas podem se destacar frente aos seus concorrentes para obter melhores resultados e em paralelo em como otimizar custos.

Em tempos de crise, falar sobre investimentos pode soar estranho, algumas vezes até inviável, pois muitas empresas estão justamente no sentido contrário, de conter investimentos e reduzir custos.

Entretanto, investir em TI é considerado uma ótima estratégia para momentos como esse, pois as empresas estão cada vez mais orientadas à tecnologia e torna-se necessário buscar inovações a fim de se diferenciar dos concorrentes e buscar soluções mais adequadas para apresentar resultados mais eficientes e ágeis frente aos seus consumidores para se destacar no mercado.

As empresas que atravessaram essa fase e saíram fortalecidas devem aproveitar o momento para investir em tecnologia e sair na frente da concorrência. Já as que passaram por um encolhimento podem aproveitar o momento para se reestruturarem sobre modelos mais automatizados e, consequentemente, mais escaláveis e menos onerosos. Em ambos os casos, contar com um com um parceiro para terceirizar determinadas áreas da TI pode ser muito estratégico. 

A terceirização de TI traz diversas vantagens para as empresas em 2017, ela permite:

– Reduzir custos de contratação e ter uma previsão melhor dos gastos gerados com essa demanda;

– Contar com profissionais altamente qualificados e atualizados para trazer melhorias e soluções tecnológicas inovadoras progredindo o nível dos serviços prestados;

– Utilizar ambientes seguros para trabalho, onde é possível armazenar com segurança dados importantes da empresa e ter um risco menor de invasão por terceiros;

– Contratar serviços de cloud computing o que possibilita armazenar em um ambiente de nuvem dados essenciais da empresa, bem como acesso remoto de qualquer local que a pessoa esteja, melhorando a produtividade da empresa;

– Ter uma solução profissional de e-mails, onde é possível acessar de qualquer local e ter a garantia de segurança, disponibilidade e desempenho, além de backup;

– Obter uma solução de backup onde é possível armazenar informações em data centers seguros o que aumenta a continuidade dos negócios através de uma recuperação de dados independente de armazenamento e garante rápido restabelecimento no caso de uma falha; 

Quer mais motivos para investir em terceirização de TI em 2017? Então não deixe de ler nosso artigo sobre os benefícios de outsourcing de TI. Acompanhe nossos posts nas redes sociais e blogs e fique por dentro das novidades de TI.

Compartilhe nas redes sociais: